terça-feira, 2 de abril de 2013

A MALDIÇÃO DE CAM

A MALDIÇÃO DE CAM

Hélio Schwartsman, colunista da Folha, publicou hoje em sua coluna quase diária, comentário sobre declarações do pastor Feliciano ligando a maldição de Noé sobre o filho de Cam, relatada em Gn. 9:20-27.

A análise é muito interessante, desmistificando essa bobagem que relaciona a maldição com a com das pessoas negras.

Chama atenção, entretanto, a declaração final do articulista, quando diz "É claro que o problema não está na Bíblia, mas em achar que um livro velho possa encerrar todas as verdades morais de que precisamos."

Esta declaração vem depois de citar versos bíblicos sobre a condenação de homossexuais (Lv. 20:13), daqueles que mudam de religião (Dt. 13:7) e promove a venda de filhas como escravas (Ex. 21:7).

Duas coisas ficam evidentes além do declarado ateísmo do colunista, declarado em outras oportunidades: manifestações estapafúrdias de pastores evangélicos determinam outras tantas da imprensa, ou seja, em nada  contribuem para o cristianismo, e interpretações bíblicas fora do contexto continuam sendo utilizadas para criticá-la, especialmente na mão daqueles que nela não crêem.
Postar um comentário