domingo, 17 de junho de 2012

Ataques contra igrejas e represálias deixam 34 mortos na Nigéria - internacional - geral - Estadão

Ataques contra igrejas e represálias deixam 34 mortos na Nigéria - internacional - geral - Estadão

Continuam os ataques a igrejas cristãs na Nigéria. Além dos mortos contam-se mais de 150 feridos. Relato da reportagem sobre o movimento terrorista que provavelmente é responsável por estes ataques:
"Embora não se saiba ainda a causa das explosões, as suspeitas recaem sobre o grupo radical islamita Boko Haram, que cometeu nos últimos meses vários atentados contra templos cristãos na Nigéria.
O Boko Haram, nome que significa "a educação não islâmica é pecado", assumiu a autoria dos atentados cometidos há uma semana contra duas igrejas, uma em Jos e outra em Bui, fatos que causaram pelo menos cinco mortes.
O movimento radical luta para impor a lei islâmica na Nigéria, de maioria muçulmana no norte e cristã no sul. Desde o início de sua campanha violenta em 2009, quando o fundador do grupo, Mohammed Yousef, morreu sob custódia policial, o Boko Haram matou cerca de 1,2 mil pessoas, a maioria em ataques no norte da Nigéria, segundo o chefe do Estado-Maior das Forças Armadas nigerianas, Oluseyi Petinrin."
Postar um comentário